sábado, 26 de dezembro de 2009

DOAÇÃO



Você pode ajudar...

doando roupas, móveis, e outros objetos que você não deseja mais.


O Exército de Salvação é uma das maiores instituições de caridade do mundo.

Foi fundado em 1865 por William e Catherine Booth, em Londres, Inglaterra no auge da Revolução Industrial. Atua em 118 países.

No Brasil, o Exército de Salvação chegou em 1922 e, desde então, tem atuado junto às comunidades através de suas Sedes Locais (sociais e eclesiásticas), Sedes Regionais e a Sede Administrativa Nacional, em São Paulo. Está presente na Região Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste do Brasil.

Destaca-se também o atendimento a situações de emergência, em todo o mundo.





AJUDE!
SUA DOAÇÃO É MUITO IMPORTANTE!


http://www.exercitodoacoes.org.br http://www1.salvationarmy.org/BRA/www_bra.nsf

Exército de Salvação
R. José do Patrocínio, 240 - Rio de Janeiro - RJ, 20560-160 Tel.:2577-3512‎

Para agendar uma retirada de doação é preciso ligar para os números: (11) 5562-2285 ou (21) 3879-9600, ou acessar o site www.exercitodoacoes.org.br .

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

FELIZ NATAL!!!!

musicboxforever 14 dez. 2007
Então é Natal...
muita paz e luz para todos!

domingo, 20 de dezembro de 2009

MADONNA


Uma vocação suprema para desafiar e provocar.






















"Sou uma mulher triste e solitária. E, ao longo dos anos, fui tanto aquela que fez mal como aquela a quem fizeram mal. Dominei e fui subjulgada. Já vivi o máximo da felicidade e experimentei os tormentos do inferno. Já fui muito feliz e muito infeliz". (Revista Paris Match - 1992)


"Creio que, mesmo adultos, permanecemos a criança que um dia fomos. Cada mulher tem no fundo de sua alma uma menina. E esta menina tem necessidade de ser reconhecida. Cresci com a certeza de que não ligavam pra mim, nem em casa e nem na escola. Cresci frustrada."


"Todo mundo provavelmente pensa que eu sou uma ninfomaníaca furiosa, que eu tenho um insaciável apetite sexual, quando a verdade é que prefiro ler um livro."


"Se todos te subestimam, surpreenda."


"Defendo a liberdade de expressão, fazendo aquilo que você acredita, e indo pelos seus sonhos."
(Trechos de entrevistas com Madonna.)


Esta é Madonna Louise Veronica Ciccone. Conhecida pelas polêmicas que causa ao misturar temas políticos, sexuais e religiosos à sua obra. Mas você já se perguntou quem é essa mulher? Quais são seus ideais?


Você pode não gostar da artista, de suas músicas, mas não pode ignorar a mulher. Icone de uma geração,"Rainha do Pop", Madonna tem se revelado cada vez um ser humano generoso, digno de aplausos.

Quantos seres humanos você conhece que estão preocupados com seus semelhantes? Melhor, quantos fazem algo de concreto?

Madonna é uma mulher admirável!Polêmica, mas admirável.









drowned062001 12 abr. 2008

bettomg 24 ago. 2008





Madonna - 50 Anos - A Biografia do Maior Ídolo da Música Pop Autor: O'Brien, Lucy Editora: Nova Fronteira Edição : 1 / 2008 Número de Paginas : 512

Esta biografia finalmente revela todo o mistério em torno de Madonna. De autoria da britânica Lucy O'Brien, fã da cantora desde 1985, esta biografia explora a personalidade e a carreira da mais famosa artista pop do nosso tempo. Escrito a partir de pesquisas e entrevistas com produtores, músicos, amantes, familiares e amigos - muitos dos quais nunca falaram tão abertamente sobre a fascinante vida de Madonna -, este livro traz histórias da vida pessoal de Madonna, como detalhes das relações com vários namorados (o jogador de basquete Dennis Rodman, o ex-marido Sean Penn etc.), ou as situações que envolveram o nascimento de seus filhos Lourdes (com um personal trainer) e Rocco (do seu atual marido, o diretor Guy Ritchie), assim como a conturbada adoção de David, um menino negro do Malauí. Chama a atenção, ainda, a lembrança da violência sexual que ela sofreu em Nova York, quando foi agarrada na rua por um homem armado.


Madonna: Uma Biografia Íntima
Autor: Taraborrelli, J. Randy Editora: Globo Editora
Título Original : Madonna: An Intimate Biography Edição : 1 / 2003 Número de Paginas : 512

Estra obra traz uma biografia de Madonna revelando fatos polêmicos e recentes de um dos maiores ícones da cultura pop, escrita por jornalista que já escreveu sobre outras estrelas norte-americanas. O livro começa com um encontro entre Madonna e Carlos Menem, então presidente da Argentina, enquanto ela filmava Evita no país. O fato foi pouco divulgado pela imprensa porque conseguiram fazê-lo às escuras. Entre esse e outros fatos inéditos, Madonna: Uma biografia íntima é também uma reportagem bastante atualizada, pois traz a última turnê mundial da cantora, "Drowned World", em 2001, na qual a popstar, mais uma vez, põe em evidência seu vulcânico temperamento. Um capítulo especial mostra como os acontecimentos de 11 de setembro afetaram a artista que cancelou shows pelo mundo.

LEIA MAIS

http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL1414485-5602,00-PARA+CRIANCAS+AFRICANAS+AJUDA+AS+FAMILIAS+E+ALTERNATIVA+A+ORFANATOS.html

http://oglobo.globo.com/cultura/mat/2009/12/07/madonna-pensa-em-adotar-outra-crianca-915088547.asp

http://ego.globo.com/Gente/Noticias/0,,MUL1411933-9798,00-MADONNA+DIZ+QUE+PODERIA+VIVER+SEM+LUXOS+NUMA+CABANA+DE+MADEIRA+NA+FLORESTA.html

http://pt.wikipedia.org/wiki/Madonna http://www.madonna.com/

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Woman in love

Esta canção é um clássico dos anos 80.
Escrita por Barry, Maurice e Robin Gibb dos Bee Gees.

matsuda8485 2 mai. 2009

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Flor de Sagitário



Pedra do Sol

Raio de luz

Encantadora Safira

Singela e delicada

Flor preciosa

Inestimável.

Flor de Outono

Estrela do Amanhã

Guardiã da História

do conhecimento

Notória Rosa

Sorriso de menina

Gota de Orvalho.


Flor de Sagitário

Flor sagaz

Idealista

Afetuosa

Rosa Graciosa


Amarelo Ouro

Flor da Liberdade

da Amizade

Musa ou Ninfa

Ana ou Luiza

Alma de Mulher.


(Dedico estes versos a Ana Lettiere com todo meu carinho.)




sábado, 12 de dezembro de 2009

De olho na fita métrica





Quem se incomoda com a "barriguinha" somente pela estética, deve ficar atenta: o aumento da circunferência abdominal está diretamente relacionado com o risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares, como infarto e acidente vascular cerebral. Se a gordura abdominal estiver associada a outras alterações físicas, como altos níveis de colesterol, triglicérides e hipertensão arterial, a pessoa pode apresentar, ainda, síndrome metabólica, provocada por má alimentação e sedentarismo.



LEIA MAIS

http://www.personalcorpo10.com.br/2007/05/o-perigo-da-gordura-visceral-2/
http://revistaepoca.globo.com/Epoca/0,6993,EPT761194-1664-4,00.html
http://www.espaco10.com.br/noticias/detalhe.php?id=118&idiomaid=1
http://veja.abril.com.br/141205/p_174.html
http://www.caras.com.br/edicoes/683/textos/gordura-visceral-aumenta-muito-o-risco-de-doencas-cardiovasculares/
http://revistaepoca.globo.com/Epoca/0,6993,EPT761368-1653,00.html
http://funcapciencia.funcap.ce.gov.br/noticias/so-malhar-abdome-nao-reduz-danos-da-gordura-visceral-diz-especialista http://www.drauziovarella.com.br/entrevistas/diabetes_bronstein5.asp
http://www.medcenter.com/Medscape/content.aspx?LangType=1046&menu_id=945&id=12994


sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Ligue 180


A violência contra a mulher é um crime.
Defenda seus direitos.


Ligue
180
.

A Central de Atendimento à Mulher funciona 24 horas por dia,
de segunda à domingo, inclusive feriados.
A ligação é gratuita e o atendimento é de âmbito nacional.


http://200.130.7.5/spmu/gerenciamento/atendimento_mnulher.php

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Mulheres X Crimes - Em Flagrante Delito



Mulheres X Crimes- Em Flagrante Delito©
Por: Elizabeth Misciasci



Passava do meio dia e a intensa luz que entrava pela fresta da janela do quarto, despertou Lucileide, fato incomum, já que costumeiramente, nunca acordava antes das três da tarde.
Contrariando seu exacerbado mau humor, sorrindo e cantarolando, como se fosse um dia especial, se levantou, e em passos lentos, dirigiu-se até o fogão para preparar seu café.
-“Fumar sem café nada feito”! -Dizia ela com a voz ainda rouca de sono. A água já borbulhava na trempe do antigo fogão, quando um choro agudo e elevado de criança rompeu o silencio.
Era Antonio Marcos, seu filho. Embora já tivesse três anos de idade, o menino franzino, ainda não andava, nem falava, apenas chorava muito. Exaltada com o barulho da criança, Lucileide voltou para o quarto e bruscamente arrancou o menino de um velho berço.
- “Cala a boca desgraçado, se não te jogo no lixo!” - Esbravejava ela, completamente irada.
A criança que não falava, demonstrava que entendia perfeitamente o que a mãe estava a dizer, cessando o choro imediatamente.
Já jogado em um pano sujo no chão, Antonio Marcos brincava com um carrinho sem rodas e uma bolinha de pano, feita de meia. A criança praticamente sem roupas, ficava em um canto da casa, que também era visivelmente carente de higiene, pois a mãe não se importava com muita coisa, principalmente afazeres domésticos.
Depois do tradicional “gole de café” e alguns cigarros, Lucileide resolveu preparar um mingau de fubá para o menino que nunca demonstrava estar com fome.
A mamadeira pronta e encardida, fora colocada ao lado de Antonio Marcos, que aparentemente amedrontado, esticou os bracinhos esforçadamente e a pegou, colocando próxima ao seu corpo, porém, não tomou.
Enquanto isso na cozinha, Lucileide, que já havia consumido várias doses de cachaça se preparava para almoçar. Servindo-se em um prato de plástico, completamente engordurado, a refeição era composta de uma porção de arroz e um pouco de abobrinha, sem refrigeração alguma, estava lá, no mínimo há uns dois dias.
Alcoolizada, alimentada e não muito satisfeita, passou pelo cômodo onde deixara Antonio Marcos, foi quando percebeu que a mamadeira de mingau permanecia intacta. Sem hesitar, e em meio a uma avalanche de palavrões partiu para cima do menino aos gritos, totalmente descontrolada, sacudia a criança com tamanha força que parecia querer desmontá-lo, ou quebra-lo ao meio...
Os moradores da redondeza, mesmo omissos, viviam agoniados com o tratamento desumano e os constantes berros de Lucileide com o filho. No entanto, em virtude das suspeitas visitas que freqüentavam a casa da “mal feitora” acabava por inibir qualquer envolvimento, pois existia o medo de posteriores represálias. Assim sendo, a vizinhança mesmo repudiando contrariada, era unânime em fazer de conta que nada viam ou ouviam... Ninguém tinha coragem de se envolver, nem denunciar, porém, a revolta diante da intolerável crueldade, motivou a mais antiga moradora do lugar, dona Mirtes, a tomar uma postura e o apoio da comunidade, foi geral.
Sem pedido de licença ou permissão, a anciã, adentrou a casa de Lucileide e se deparou com um insólito e inédito cenário. Antes deste episódio, dona Mirtes afirmava orgulhosa que aos 84 anos, já havia visto e vivido de tudo na vida... –“Eu estava enganada” - Posteriori confessou.
Sem se preocupar com a presença da vizinha, e depois de surrar Antonio Marcos, Lucileide ignorou os apelos de dona Mirtes, jogou o filho em uma bacia de água gelada e saiu do cômodo.
O choro cessou, substituído pelo incontrolável tremor dos dentinhos de leite daquela criança, pressupondo todo o frio que sentia e que seus lábios roxos salientavam, na pele já seca e pálida.
Dona Mirtes, tratou de cuidar do menino, não viu o tempo passar e lá ficou por horas a fio.
Até que ele adormecesse, foi sua atenta e carinhosa guardiã, com a sensação de ter cumprido dentro do possível sua missão, - momento de voltar pra casa.
Já quase na porta de saída, sentiu um forte cheiro de álcool, foi então que percebeu Lucileide caída numa poltrona, embriagadamente dormindo com uma garrafa nas mãos, dona Mirtes indignada, cansada e entristecida, foi embora.
Definitivamente, aquela mãe, repudiava a maternidade e sua prole...
Lucileide quando ainda menina, fora vítima de abuso sexual pelo tio, razão pela qual escondeu a pior parte do ocorrido e nunca pensou em denunciar quem a violentou. Na verdade, tinha medo da tia que a criou, e por ser esta, esposa de seu estuprador, jurou jamais revelar a dor daquela atrocidade. Para agravar o drama, a violência sofrida resultou em uma indesejada gravidez. A tia, mulher severa, beata fanática e conservadora, a fim de preservar os costumes e nome da família, lhe jogou na rua.
-“Tempos difíceis!”... Um dia dormia ao relento, em outro arrumava uma faxina e na maioria das vezes, almas bondosas lhe estendiam as mãos em caridade.
Enfim, Antonio Marcos nasceu!
Apenas um bebezinho, sem qualquer responsabilidade ou culpa, uma criança inocente e indefesa, mais que seria punida a cada dia de sua vida, simplesmente por ter nascido. Na concepção de Lucileide, aquele nato, não passava de um tormento, a seqüela continuada de uma violência vivida. Antonio Marcos, nada mais era que um fardo pesado, o resultado podre de um fato, uma dolorosa e doentia lembrança, assim, aquela pequena criatura deveria e seria punida, toda a responsabilidade da tormenta, fora transferida ao filho indesejado.
Com o tempo, Lucileide passou a se prostituir e se embebedar, até tornar-se dependente do álcool, um litro de cachaça pura, era aperitivo... Enquanto “afundava a cara” na bebida, entregue a promiscuidade, Antonio Marcos, se arrastava pela casa. Sobrevivendo não se sabe como, sem nenhum cuidado, o menino resistia, estando todo tempo sujo e mal alimentado, razão pela qual parecia que já nem sentia fome. O circulo vicioso de maus tratos e violências, era rotineiro.
Ninguém entendia como aquela criança agüentava tanta brutalidade... Um novo dia se inicia e a intensa luz que entrava pela fresta da janela, desta vez não desperta quem não dormiu.
Lucileide passou as claras se embriagando, não sabe bem o quanto bebeu... De repente, Antonio Marcos engatinhando, se aproxima da mãe, que fora de si, lhe chuta. Num forte ponta-pé, o menino sai do chão, depois desliza, e cai para longe dela...
Ao ver que a criança fora arremessada, para bem distante, Lucileide cai na gargalhada, e com a garrafa de pinga na mão, da mais uma virada no próprio gargalo. De gole em gole, e como se fosse possível, ela esta mais bêbada...
Antonio Marcos caído após o chute que levara muito assustado e engolindo o choro, parece passar mal. De repente começa a tossir interruptamente. Lucileide já furiosa vira o resto da bebida na boca, partindo em seguida para cima da criança, e com a própria garrafa o agride.
A mistura de sons, onde os gritos de Lucileide predominavam, ia alertando e mobiliando a vizinhança.
Enquanto os vizinhos chamavam a polícia, Dona Mirtes muito angustiada não se conteve, precisava averiguar de imediatamente e de perto o que estaria acontecendo. Foram várias tentativas de entrar na casa, porém em vão, pois estava trancada com chave e trincos. No entanto, a boa e antiga moradora da região, com astúcia e vasta experiência de vida, conseguiu uma "brecha" para assistir o que nunca pensou um dia poder presenciar...
Naquele momento, Dona Mirtes lamentou ter vivido tanto, para ver o que nunca gostaria de ter visto...
A viatura policial dobrou a rua... Mas era tarde... Tarde demais...
Mesmo com a chegada da policia, Lucileide ainda gritava! Após três chamados não atendidos, os policiais arrombaram e invadiram a casa.
O semblante de dona Mirtes, que tudo presenciou, era de uma tristeza inenarrável...
Antonio Marcos, caído ao lado de uma mesa velha de madeira, com a pequenina cabeça estourada, enquanto Lucileide insaciável, ainda socava ferozmente, com as mãos em punho, aquela criança já morta...
Algemada, sendo conduzida até a viatura, parecia não saber o que havia feito, pois continuava a ameaçar insistentemente e aos berros:-
-"Antonio Marcos! Seu desgraçado, eu juro, que um dia ainda vou te matar"...
Lucileide fora presa em flagrante delito, processada e condenada nas formas da lei. Hoje cumpre a sentença imposta, 19 (dezenove) anos. Não vislumbra futuro, sua vida é onde está! Mas sonha em sair nem que seja por algumas horas, pra ela, por fim, na vida daquele que com suas próprias mãos e há muito, ela já "trucidou".
Seu filho!

*Nota da Autora: - Este texto foi produzido com base em Fatos Reais.

http://www.jornalista.eunanet.net

http://recantodasletras.uol.com.br/cronicas/950929

domingo, 6 de dezembro de 2009

SIMPLESMENTE, MULHER..

Mulher, mistério, magia

Mulher, meiguice, alegria

Tão mansa, tão brava

Tão quente, tão fria

Camaleão, Leão, mulher

Sabe a hora certa

Uma porta aberta

Às vezes é armadilha

Paciência, náufrago, ilha

Mulher, sorriso aberto

Mulher, porto seguro

Mulher, insegura também

Mas disfarça tão bem

Misteriosa mulher

Sabe o que quer

Finge, às vezes, não ver

Não precisa ver para crer

Sente as coisas no ar

Sente o cheiro do mar

Muito longe da praia

De longo ou de saia

Sempre sensual

Doce mulher

Desperta tão cedo

Pras coisas do amor

Ama sem medo

Ainda menina

Encanta, fascina

Disfarça, ilumina

Doce magia

À noite ou de dia

Às vezes sombria

Às vezes singela

Às vezes Maria

Também Madalena

Mulher, mistério, dilema

Mulher, mãe

Mulher, filha

Namorada, esposa

Mulher, guia, trilha

A solidão de uma ilha

Não é solidão com ela

Mulher, tão forte

Mulher, tão bela

Simplesmente, sabe o que quer

Simplesmente, doce

Simplesmente, mulher...

(Sander Dantas Cavalcante)
http://www.textolivre.com.br/livre/20855-simplesmente-mulher

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Amo as mulheres

Adoro mulheres em geral,

Gosto da delicada e amorosa,

Porém se for nervosa, não faz mal,

O importante é ser fogosa.

Mulher perdoa, não guarda rancor,

Basta ser sincero, mostrar arrependimento,

Ela perdoa, não demora e volta o amor,

Vai embora à dor e com ela o ressentimento.

Não há nada mais sublime que o cuidado feminino...

“Como foi seu dia meu querido,

Está cansado meu menino?

Preparei sua refeição, seu prato preferido,

Tome seu banho e venha jantar,

Longe de ti fico aflita e perdida,

Logo mais em nosso leito vou descontar,

Serei toda sua e sem medida”.

Mulher é um ser divinal,

Precisa se sentir segura, bem protegida,

Bem cuidada será leal,

Não custa dizer “Te Amo minha querida!”.

Cada uma tem seu talento, muito a oferecer,

É só com calma explorar,

Evite causar aborrecimento, faça por merecer,

Ame e deixe-se amar.

(§D§ Obscuro)

http://www.textolivre.com.br/poemas/20853-amo-as-mulheres
blog-do-obscuro.blogspot.com

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Mulher...

Mulher é o sonho
que acorda para a vida
emoção que acende
o desejo maior...
A musa do poeta
poesia singular
nota melodiosa
na suave canção...
Mulher é a emoção
que acaricia
enfeitiça os sentidos
mulher é amor!...
(Van Albuquerque)

sábado, 28 de novembro de 2009

Como as mulheres encaram a beleza ?

Uma pesquisa mundial mostra como as mulheres encaram a beleza, os padrões estabelecidos pela mídia e seus efeitos na sociedade

  • 2% das mulheres se descrevem como belas
  • 59% acreditam que mulheres fisicamente atraentes são mais valorizadas pelos homens
  • 68% concordam que a mídia utiliza padrões irreais e inatingíveis de beleza
  • 75% querem que a mídia retrate a beleza com pessoas normais
  • 76% dizem que a mídia retrata a beleza baseada mais na atratividade física do que na beleza
  • 77% disseram que a beleza pode ser alcançada também por meio das atitudes e outros atributos não relacionados com a aparência física
  • 54% das brasileiras já considerou submeter-se a cirurgia plástica

Na ânsia de se enquadrar nos atuais padrões de beleza, milhares de pessoas travam uma busca insaciável pela perfeição física. Para obter o corpo escultural e a aparência jovial, enfrentam cirurgias plásticas, experimentam os mais variados tipos de tratamento, alteram hábitos alimentares, entre tantas outras alternativas.

Mas o que é ser bonita? Será que essa busca incessante significa sempre saúde e bem-estar ou se dá apenas pela necessidade de alcançar o padrão estabelecido?

Salvador Dali: Maquette of the scenery for 'Labyrinth'Para obter respostas reais a essas perguntas e saber mais sobre beleza, auto-estima e os efeitos da mídia no universo feminino, Dove, marca da Unilever, encomendou uma pesquisa global à empresa StrategyOne, com coordenação das doutoras Nancy Etcoff, cientista, psicóloga e professora da Harvard University (EUA), e Susie Orbach, psicanalista da London School of Economics e autora de nove livros.

Envolvendo 3.200 mulheres, entre 18 e 64 anos de idade, de dez países (entrevistas realizadas entre fevereiro e março de 2004), EUA, Canadá, Inglaterra, Itália, França, Portugal, Holanda, Brasil, Argentina e Japão, o estudo identifica os componentes dos novos padrões de beleza, incluindo felicidade, relacionamento, autoconhecimento e cuidados pessoais. E conclui que as mulheres estão mais propícias a estarem satisfeitas com suas vidas e seu bem-estar. No entanto, um número muito baixo delas se define como 'bela'.

A maioria das mulheres está insatisfeita com sua beleza e atratividade física. Para elas o peso e a forma do corpo ainda incomodam. As mulheres japonesas têm o maior índice de insatisfação física (59%), seguidas pelas brasileiras (37%), inglesas e norte-americanas (36%), argentinas (27%) e holandesas (25%). Não é à toa que o ranking de países que mais fazem plástica no mundo, em todas as idades, tem Estados Unidos, México e Brasil, consecutivamente, nas primeiras colocações. As informações são da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (Isaps - International Society of Aesthetic Plastic Surgery), com dados referentes a 2003.

O Brasil possui um dos menores índices de satisfação com a beleza. Apenas 1% das mulheres se descreve como 'bonita', e 6% como 'bela'. O único país abaixo desse índice é o Japão, com 0%. Além disso, o Brasil é um dos países que mais valoriza as modelos: 13% afirmam que só as 'top-models' são verdadeiramente bonitas.

A pesquisa mostra que 54% das brasileiras já considerou submeter-se a cirurgia plástica e 7% relatam ter feito algum tipo de intervenção, a taxa mais alta entre os países pesquisados.

'Hoje em dia, a mulher média compara seus dotes genéticos com os de algumas poucas modelos escolhidas a dedo. Apesar da beleza surreal, a mídia insiste que essa beleza é alcançável por meio de trabalho árduo, esforço e a compra do produto certo. No passado, invejávamos nossos vizinhos, porque este era o mundo que conhecíamos. Deve ter sido um pouco mais confortante: uma coisa é vencer o concurso local de beleza, outra é ser confrontada com o 1% 'top' do mundo', afirma a pesquisadora Nancy Etcoff. Para ela, a mídia é, de certa forma, responsável pelo aumento da insatisfação das pessoas com seus corpos, ao retratar e destacar apenas tipos exuberantes de físico.

Como parte inicial da metodologia da pesquisa, foi desenvolvida uma revisão literária sobre beleza. Para que o estudo ganhasse 'corpo' e pudesse se encaixar nos diferentes padrões mundiais, foram analisadas pesquisas acadêmicas, artigos jornalísticos, internet e diversas publicações.

Este trabalho possibilitou uma melhor compreensão global do assunto e revelou alguns dados tão curiosos como alarmantes. Um artigo no jornal ´Time Asia`, de 2001, por exemplo, relata que as chinesas estão se submetendo a cirurgias para extensão das pernas por acreditarem que isso as ajudaria no mercado de trabalho. Em Israel, pesquisadoras concluíram que a anorexia nervosa aumentou assustadoramente, provavelmente como conseqüência das mudanças culturais e a influência dos valores ocidentais. Outro estudo analisado mostrou que culturas isoladas adotaram rapidamente padrões ocidentais, uma vez expostas à televisão.

No British Journal of Pyscghiatry, em 2002, pesquisadores da Harvard Medical School descobriram que as mulheres das Ilhas Fiji - expostas à televisão - aumentaram drasticamente o desejo por dietas. A Dra. Anne Becker, chefe da pesquisa, entrevistou dois grupos de meninas de Fiji algumas semanas antes da chegada da televisão, em 1995, e depois, novamente em 1998. Na primeira parte do estudo, a dieta foi classificada como um conceito 'não familiar'. Três anos depois, 69% das meninas tinham se submetido a dietas, três quartos se sentiam 'muito grandes ou gordas' e um oitavo sofria de bulimia. O estudo conclui que 'o impacto da televisão parece ser especialmente profundo, dadas as antigas tradições culturais que anteriormente pareciam proteger contra dietas, purgação e insatisfação corporal no País'.

FONTES:
http://www.gatda.psc.br/imagem.htm#Uma
www.comunique-se.com.br/images/mail/coletivas/.../estudo.doc

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Feira da Providência 2009



Começa nesta quarta a 48º edição da feira.
De 25 a 29/11 De quarta a domingo das 12h às 23h



Africanos, indianos, chineses, japoneses, escandinavos, americanos, árabes, italianos, franceses... se unem a gaúchos, baianos, mineiros, capixabas, paraenses... Uma verdadeira colcha de retalhos cultural que se espalha pelos pavilhões do Riocentro.

A Feira da Providência é a principal fonte de recursos para os projetos de promoção humana realizados pelo Banco da Providência, sendo 100% da renda obtida neste evento destinada para este fim.

Ingresso: R$12,00
Meia para estudantes com comprovante e idosos acima de 60 anos
Crianças até um 1 metro não pagam
Estacionamento:
R$ 12,00 Carros / R$ 20,00 Vans / R$ 50,00 Ônibus

www.feiradaprovidencia.org.br

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Sacos plásticos


A distribuição de qualquer tipo de sacolas plásticas devia ser extremamente proibida. Elas levam 300 anos para se decompor. É símbolo da modernidade e vilã do meio ambiente. Disso todo mundo sabe. Então por que continuamos utilizando-as?

O Ministério do Meio Ambiente, em junho de 2009, lançou campanha para o consumo consciente de sacolas plásticas, que já atingem, aproximadamente, o número alarmante de 12 bilhões por ano no Brasil. Como o slogan: "Saco é um Saco. Pra cidade, pro planeta, pro futuro, pra você. "

Estima-se que no Brasil são produzidas 210 mil toneladas anuais de plástico a partir do Polietileno, Polipropileno ou materiais similares. Algumas alternativas estão sendo adotadas. Projetos de leis estaduais para substituir as sacolas de plástico pelas oxibiodegradáveis tramitam no Rio Grande do Sul, no Paraná e no Rio de Janeiro. Em São Paulo, a Assembléia Legislativa chegou a aprovar um projeto do deputado Sebastião Almeida (PT), que tornaria obrigatório o uso dos oxibiodegradáveis. Mas ainda as iniciativas são muito tímidas. O planeta não pode mais esperar.


ombudsmae 12 mar. 2009
Comercial argentino chamando a atenção para a responsabilidade de cada um de nós na preservação do meio ambiente. "Somos todos inocentes. Somos todos culpados."

Ninaninagarcia 16 out. 2008

Uma boa alternativa para levar as compras sem recorrer as sacolas é utilizar a própria mochila. É muito mais prático, pois torna a locomoção muito mais fácil. Existem inúmeras alternativas, adequadas aos diferentes estilos de vida. E só encontrar o seu. O fato é que todos devemos fazer nossa parte.


LEIA MAIS:
http://blog.mma.gov.br/sacolasplasticas/ http://www.sacolinhasplasticas.com.br/#/reduzir-na-pratica http://www.campogrande.news.com.br/canais/view/?canal=5&id=272204

sábado, 21 de novembro de 2009

Mulheres e o Narcotráfico



Mulheres e o Narcotráfico - Por quê?


Porque o tráfico de drogas é crime mais praticado pelo sexo feminino
Por: Elizabeth Misciasci



Conquistando mais credibilidade dentro da sociedade, onde passou a exercer um outro papel, a mulher saiu da condição de submissa, isso de forma inconteste, colocando a frente sua capacidade de liderança. Assim, aquelas que encontraram no crime uma solução para seus problemas, assumiram a posição de “chefia”, como em qualquer setor da vida.

Pelo próprio fato de ser Mulher, talvez até por uma questão genética, sua tendência a ser mais minuciosa, mais precavida, astuta, com raciocino mais rápido e visualizando os prós e os contras de um determinado "trabalho" o que na gíria do crime chama-se "fita", ela como “cabeça" é extremamente competente. As que nasceram com poder de liderar e optaram pelo ilícito o faz com muito mais determinação e reserva do que o homem.

Na verdade, acreditamos que a Mulher nunca foi o sexo frágil, o que se arrastou durante estes séculos, foi o explícito cultural imposto, que a sociedade Patriarcal, inculcou no feminil. Portanto nesta qualificação adotada, muitas passaram à vida, acreditando serem realmente o centro da fragilidade humana se submetendo involuntariamente a condição de ficarem ou estarem á uma margem social, sendo tão somente "sombra" do sexo masculino.

Adaptada a ser do homem sua serviçal, ou procriadora, não existindo a permissão, nem a opção de expor absolutamente nada, ela não se permitia, (mesmo porque inviável o era), aflorar nem mesmos seus mais secretos desejos, que se mantiveram escondidos, pela própria condição desde o berço, imposta.

Muitas transgrediram antes desta evolução, no entanto, que não se dava muita importância, nem se criava polêmicas, sendo raríssimas as exceções e estas quando envolviam clamor. Isso, já que a mulher ainda era tratada como impotente, ou maluca e assim não interessava nem a imprensa trazer a público, nem tão pouco as instituições familiares, que compeliam ao consentirem que fatos envolvendo o sexo feminino, fossem a público.

Já com a evolução dos tempos, a autonomia e as conquistas, outro perfil brotou, é aonde podemos apontar a diferença da tipificação dos crimes e célere aumento das mulheres nos cárceres.

Após os longos e loucos anos dourados e com a própria Constituição de 1988, a Mulher aos poucos, foi se libertando e liberando, tomando consciência do seu papel dentro da sociedade. Certo que algumas se libertando, acabaram por caminhar a uma condicional e severa forma de aprisionamento.

O que antes era visto como vergonhoso no seio familiar, enfatizado como ato libidinoso, por uns, ou que fugia totalmente aos padrões familiares, começou a se romper á partir do momento em que aumentaram os litígios e as uniões “chamadas de estáveis” separações conjugais.

Um grande problema, que indubitavelmente acarretou uma fila de responsabilidades e mesmo que injustificável, é real, esta no fato de que com as “grandes conquistas femininas” vieram às obrigações e o descaso contínuo e freqüente de seus antigos maridos ou parceiros.

Atribuindo a mulher toda a responsabilidade para com a sua sobrevivência sua e de sua prole, onde o dever moral, para uma fatia da sociedade masculina passou ou continuo a ser ignorado, motivou sim e ainda levam muitas a ingressarem no universo da marginalidade. Não adianta negar o que é fato, por mais que não se explique ou se aceite uma conduta ilícita, para justificar um ato delituoso, porém, impossível não menciona-lo, já que é fator relevante que já empurrou e ainda carregam muitas para o lado de dentro das muralhas.

Embora não declarado, diversas encarceradas, impetraram antes de seus delitos, ações judiciais contra pais, que alheios e displicentes, sem o menor senso ou sentimento para com sua “antiga família” oferecia o mínimo de condições para a subsistência ou educação de seus filhos.

Já a Mulher mais precavida e dificilmente irresponsável por natureza, não troca de lar como quem troca de roupas... Assim sendo, longe do campo profissional, desatualizada sendo mulher e percebendo que cada tentativa amigável para com o ex, tornava-se um calvário, (o que diminuiu após ser sancionada a lei Maria da Penha), colocava ainda mais em risco sua vida, silenciavam seus desabores e inconformados anos que já se foram. Há as que buscaram na religião ou em tentativas frustrantes, mudar um quadro repleto de frustrações e dificuldades, mais que não viram outra saída e partiram para o ilícito.

Pudemos perceber mulheres detidas, serem unânimes ao afirmar inexistência, sem a menor possibilidade de diálogo com o companheiro e muitas ao reclamarem a falta de alimentos ou questionarem algo ao antigo parceiro, eram revidadas, atacadas e agredidas verbal e fisicamente, tanto é que muitas carregam além das cicatrizes que jamais poderemos ver (marcas horríveis) seqüelas de agressões que sofriam.

Não se trata de justificar o injustificável, mais talvez compreender a razão pelas quais muitas transgridem e porque o tráfico de drogas é crime mais praticado pelo sexo feminino.

Não existe o crime preferido das mulheres, já que o Narcotráfico é o responsável por levar praticamente 70% das mulheres aos tribunais.
Por que no tráfico? Porque no tráfico, a Mulher encontra a forma rápida de ganhar dinheiro. Muitas alegam que sem dinheiro e sem oportunidades de trabalho, “foram pras cabeças", não tendo ajuda do ex-companheiro e se vendo abandonadas, após longos anos de vida em comum (pois após 15/20 anos de um relacionamento) que ficou fora do mercado de trabalho, dificilmente conseguiam empregos. Assim, com a separação e sentindo a necessidade de oferecer pelo menos o essencial para os filhos arriscaram e o resultado óbvio, é que na maioria, cedo ou tarde, se deram mal.


Publicado no Recanto das Letras em 03/06/2008

http://www.jornalista.eunanet.net



quinta-feira, 19 de novembro de 2009

POETISTAS I



O objetivo da Poesistas
é apresentar ao público-leitor de livros em papel
os autores que usam da internet para publicar suas obras.
E fazendo de forma diferente:
comentando seus poemas, indo além da poesia,
sendo um Poesista,
dividindo com palavras os sentimentos
que surgiram no exato momento da composição,
o que faz com que o comentário
feito antes ou depois do poema
se misture ao sentimento de quem leu.
Isso é ser Poesista:
ir além da poesia com mais poesia.
Esperamos que você goste desta primeira edição.
Prometemos trabalhar com ímpeto
para esta ser somente a primeira... de muitas!

Número de páginas: 109
Edição: 1 (2009)


VENDA PELOS SITES
http://www.literoeditorial.com.br/poesistas_i_25.html
http://clubedeautores.com.br/book/8503--Poesistas_I

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Greta Garbo

























Muito se fala da beleza e o talento esta mulher. Uma mulher misteriosa e profundamente admirada. Greta Garbo foi símbolo de uma época. Quem a conheceu jamais a esqueceu.




























Em 1990, em uma das raras entrevistas, Greta afirmou:
"Sou o que o adolescente jamais encontrará, o que o velho procurou em vão durante meio século, o que a mulher desejava ter para segurar quem a deixou. Compreendem, então, por que me escondo? Não quero que os sonhos acabem."

"Eu nunca disse que queria estar sozinha, mas sim que me deixassem em paz. É completamente diferente."

Greta era assim. Simples e complexa. Uma personalidade enigmática. Uma típica sueca. E como disse Kenneth Tynan certa vez:

"Exceto fisicamente, sabemos pouco mais sobre Garbo do que sabemos sobre Shakespeare."

Este não foi o único relato sobre Greta Garbo. Seu talento e a aura de mistério, tornou-a uma das mulheres mais fascinantes da história do cinema.

"A Mulher do Século - que passou metade dele tentando se esconder". (Barry Paris)

"A escandinava mais melancólica desde Hamlet."
(Alastair Forbes)

"Seu instinto, seu domínio sobre a máquina, era pura feitiçaria. Não posso analisar a interpretação dessa mulher. Sei apenas que ninguém trabalhou com tanta perfeição frente à câmera."
(
Bette Davis, atriz)

"Com Garbo, você toma menos consciência da atriz e mais da alma exposta à vida e à humanidade. A profundidade e a intensidade de sua interpretação transformavam tudo em que atuava. Ela fez dez filmes mudos em Hollywood: se a princípio não eram romancinhos açucarados, acabavam assim depois que o departamento de roteiros da Metro botava a mão... Mas Garbo emprestou-lhes um pouco de sua própria divindade".
(David Robinson, historiador de cinema)




Greta Garbo nasceu em Estocolmo a 18 de Setembro de 1905. Foi uma das atrizes mais influentes de sua época. Morreu no dia 15 de Abril de 1990 com 84 anos devido a sérias complicações de saúde.

Um dos papel mais marcante da atriz foi a da rainha sueca Cristina("Queen Christina", de 1933) Um marco do cinema.



BIOGRAFIA

Autor: BARRY PARIS
Ano: 1996
Edição: 1
Número de páginas: 554
Editora: Nova Fronteira





Filmografia

Filmes mudos

  • 1920 - Mr. and Mrs. Stockholm - filme publicitário
  • 1921 - O Cavaleiro Feliz (A Happy Knight)
  • 1921 - Como Não Se Vestir (How Not to Dress) - filme publicitário
  • 1922 - O Pão Nosso de Cada Dia (Our Daily Bread) - filme publicitário
  • 1922 - Pedro, O Vagabundo (Luffar-Petter)
  • 1922 - A Scarlett Angel (O Anjo Escarlate) - Greta aparece apenas como extra.
  • 1924 - A Lenda de Gösta Berling (Gösta Berling's Saga)
  • 1925- A Rua das Lágrimas (Die Freudlose Gasse)
  • 1926 - Os Proscritos (Torrent)
  • 1926 - Terra de Todos (The Temptress)
  • 1927 - A Carne e o Diabo (Flesh and the Devil)
  • 1927 - Love
  • 1928 - Mulher Divina (The Divine Woman)
  • 1928 - Bela e Misteriosa (The Misterious Lady)
  • 1928 - Mulher de Brios (A Woman of Affairs)
  • 1929 - Orquídeas Selvagens (Wild Orchids)
  • 1929 - O Direito de Amar (The Single Standard)
  • 1929 - Os Homens (A Man's Man) - breve aparição ao lado de John Gilbert e do diretor Fred Niblo, interpretando a si mesma.
  • 1929 - O Beijo (The Kiss)

Filmes sonoros

  • 1930 - Anna Christie
  • 1930 - Anna Christie (versão alemã)
  • 1930 - Romance
  • 1931 - Inspiração (Inspiration)
  • 1931 - Susan Lenox (Susan Lenox: Her Fall and Rise)
  • 1931 - Mata Hari
  • 1932 - Grande Hotel (Grand Hotel)
  • 1932 - Como Me Queres (As You Desire Me)
  • 1933 - Rainha Cristina (Queen Christina)
  • 1934 - O Véu Pintado (The Painted Veil)
  • 1935 - Anna Karenina
  • 1936 - A Dama das Camélias (Camille)
  • 1937 - Madame Waleska (Conquest)
  • 1939 - Ninotchka
  • 1941 - Duas Vezes Meu (Two-Faced Woman)

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Greta_Garbo


quadroverde 4 fev. 2009

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Semana de prevenção do câncer de mama










Governo destina mais de R$ 10 mi no tratamento de câncer em AL



Entre janeiro e e agosto deste ano, foram realizados no Estado 68.961 mil procedimentos ambulatoriais


Ascom / Sesau

Dados da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) apontam que o Sistema Único de Saúde (SUS) investiu, no período de janeiro a agosto deste ano, mais de R$ 10 milhões em tratamento de câncer em Alagoas.

Segundo o Ministério da Saúde (MS), neste mesmo período foram realizados no Estado 68.961 mil procedimentos ambulatoriais, principalmente em pacientes com cânceres de próstata e pulmão (homens) e de mama e colo do útero (mulheres).

Com o objetivo de mobilizar a população sobre o conhecimento do tratamento e principalmente, sobre a prevenção da doença, foi criado em 1988, o Dia Nacional de Combate ao Câncer, que será celebrado no próximo 27 de novembro.

De acordo com o médico oncologista do Núcleo de Prevenção e Controle do Câncer, da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), João Aderbal, o compromisso firmado por Alagoas, dentro do Pacto pela Vida, é a redução da incidência e mortalidade do câncer do colo de útero e de mama, como também o controle do tabagismo, que é responsável por vários tipos de manifestação da doença.

“O atendimento na atenção básica é primordial para a prevenção, diagnóstico precoce e tratamento adequado do câncer, por que é o médico generalista do posto de saúde que vai detectar os sinais e sintomas da doença”, ressaltou.

Em Alagoas, o tratamento é realizado em centros de Alta Complexidade de Oncologia (Cacon), que funcionam na Santa Casa de Misericórdia de Maceió, hospitais Universitário (HU) e Afra Barbosa, em Arapiraca.

Segundo o médico, uma alimentação saudável e exames preventivos periódicos são fundamentais para reduzir a incidência da doença. O câncer de pulmão permanece como uma doença altamente letal. Ao final do século XX, o câncer de pulmão se tornou uma das principais causas de morte evitáveis, porque o consumo de tabaco é o mais importante fator de risco para o desenvolvimento da doença.

“A mesma coisa acontece com o câncer do colo de útero e a condição necessária é a presença de infecção pelo vírus do papiloma humano (HPV). O exame preventivo de Papanicolau é imprescindível para a detecção da doença”, alertou.

De acordo com o médico, o câncer de mama é o segundo tipo de câncer mais frequente no mundo e o mais comum entre as mulheres. Os fatores de risco relacionados à vida reprodutiva da mulher estão bem estabelecidos em relação ao desenvolvimento da doença na mama. A idade continua sendo um dos mais importantes fatores de risco; as taxas de incidência aumentam rapidamente até os 50 anos.

O Instituto Nacional de Câncer (Inca) estima que até 2020 haverá 16 milhões de casos novos de câncer em todo o mundo e 12 milhões de mortes decorrentes da doença, sendo cerca de 10% de mama. A estimativa para o Brasil, neste ano, é de quase 470 mil casos; em Alagoas, o registro poderá ultrapassar 3500 mil ocorrências. “Os números demonstram que o câncer já se configura em um problema de saúde pública mundial”, disse.


Direitos da Mulher

O Ministério da Saúde (MS) recomenda o exame de mamografia como uma das principais estratégias de rastreamento populacional do câncer de mama, que apesar de ser uma doença grave, tem cura se for detectada precocemente.

Até recentemente, o MS recomendava que a mamografia anual fosse realizada em mulheres pelo Sistema Único de Saúde (SUS) a partir dos 50 anos. Mas esse limite de idade mudou com a efetivação da Lei Federal nº 11.664/2008, em vigor a partir de abril deste ano, garantindo o benefício a partir dos 40 anos.



Fonte: http://gazetaweb.globo.com/v2/noticias/texto_completo.php?c=189509






LEIA MAIS:


http://oglobo.globo.com/rio/mat/2009/10/23/campanha-para-alertar-crescimento-do-indice-do-cancer-de-mama-no-brasil-793105905.asp

http://br.noticias.yahoo.com/s/16112009/11/saude-motoqueiras-aceleram-cancer-mama.html http://www.jornaldebarretos.com.br/noticias.php?nav=noticias&id=8853

http://www.jornaldiadia.com.br/jdd/index.php?option=com_content&view=article&id=23709:mulheres-da-area-rural-de-ms-recebem-atendimento-para-prevencao-de-cancer-de-colo-do-utero&catid=35:eventos-e-acontecimentos&Itemid=115

http://www.sonoticias.com.br/noticias/11/95976/sinop-mutirao-de-prevencao-ao-cancer-em-mulheres-sera-amanha

http://www.atarde.com.br/cidades/noticia.jsf?id=1281453